terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Merkel: Descendente de Hitler


Começo a ter a vaga ideia de que a Alemanha arranjou uma forma inteligente de anexar toda a Europa.
Inteligente porque anexa pela força das palavras e põe de lado a força das armas.



A principal questão que ponho é: quando é que a Alemanha é expulsa da Comissão Europeia?

Para variar acho que vai ser no dia em que, mais uma vez, der cabo disto tudo e mais uma vez com o consentimento de todos os países, tal como fez durante a 2ª Guerra Mundial. Todos os europeus sabiam o que estava a acontecer mas todos fecharam os olhos.


A expulsão dos judeus serviu o interesse de todos os países europeus porque NENHUM aceitou recebê-los quando Hitler os confrontou. Hitler também fez uma "Cimeira" com os principais lideres políticos europeus onde lhes comunicou, antecipadamente, a sua decisão e ninguém quis ter a responsabilidade de receber tantos judeus, ninguém os queria. Contra a vontade de Hitler que achava que os judeus deveriam de ir para Madagáscar, os judeus foram enviados para Israel e o Hitler avisou que a presença dos judeus em Israel ia dar inicio a uma instabilidade mundial permanente e sem fim à vista (o homem nesta altura ainda tinha uma sanidade e perspicácia mental apurada). 
Um dos vários motivos que levou à morte de tantos judeus, não foi só a loucura deste homem, que odiava abertamente aquela raça (para ele e para o povo alemão, manipuladora da economia e politica alemã, ao ponto de "ameaçar" destruir a Alemanha se o governo não se submete-se à sua vontade) mas também a recusa dos países em receberem e ajudarem a "recambiar" tantos judeus.

Em 1933 Hitler, no seu livro " A Minha Luta" , já apresentava ideias semelhantes ás que estão a ser divulgadas pela Sra. Merkel.
O homem teve foi a triste ideia de apresentar os seus ideais pela força das armas e agora esta coisa politica chamada Merkel, usa de forma inteligente a ainda mal entendida, pela maioria das pessoas, linguagem politica e económica para submeter todos à sua vontade e aos interesses do único povo inteligente que existe na Europa: os alemães.


Adolf Hitler disse: "Por que eu iria forçar essas criaturas a se submeterem a uma disciplina rígida, da qual não conseguem escapar? Eles podem ter tantas terras ou usinas quanto querem, o importante é que o estado, por intermédio do partido, decida quanto às ações e atitudes, pouco importando, assim, que sejam proprietários ou operários. Compreendem, agora, que tudo isso não significa mais nada? Nosso socialismo tem uma forma de agir mais profunda. Não modifica a ordem das coisas, não faz senão mudar as relações dos homens com o estado (...) Que significado têm a partir de agora as expressões 'propriedade' e 'renda'? Por que teremos a necessidade de socializar os bancos e as usinas? Nós socializamos os homens!"
O Nazismo torna-se uma Política de Estado para eliminar outros povos considerados biologicamente inferiores. Isto porque Hitler: "julga que só a raça ariana é "depositária do progresso da civilização" e, portanto, como um povo de senhores, tem de conquistar e submeter as raças inferiores." 
O Nazismo era movimento que defendia a superioridade da raça ariana e a doutrina do "espaço vital" nacional necessário aos alemães, um espaço territorial mínimo, que, para um povo desta grandeza, significava controlar toda a Europa.



O Programa do Partido Nacional Socialista Alemão dos Trabalhadores tem alguns pontos comuns com o Programa de Politica Económica de hoje e é típico de uma raça que se considera superior:
  1. Pedimos terras e colônias para nutrir o nosso povo e reabsorver a nossa população.
  2. Constituição de uma Grande Alemanha, que reúna todos os alemães, baseados no direito dos povos a disporem de si mesmos.
  3. Só os cidadãos gozam de direitos cívicos. Para ser cidadão, é necessário ser de sangue alemão. A confissão religiosa pouco importa. Nenhum judeu, porém, pode ser cidadão.
  4. O direito de fixar a orientação e as leis do Estado é reservado unicamente aos cidadãos. Por isso pedimos que todas as funções públicas, seja qual for a sua natureza, não possam ser exercidas senão por cidadãos. Nós combatemos a prática parlamentar, origem da corrupção, de atribuição de lugares por relações de Partido sem importar o caráter ou a capacidade.
  5. Pedimos que o Estado se comprometa a proporcionar meios de vida a todos os cidadãos. Se o país não puder alimentar toda a população, os não cidadãos devem ser expulsos do Reich.
  6. Todos os cidadãos têm os mesmos direitos e os mesmos deveres.
  7. O primeiro dever do cidadão é trabalhar, física ou intelectualmente. A atividade do indivíduo não deve prejudicar os interesses do coletivo, mas integrar-se dentro desta e para bem de todos. 
  8. Pedimos uma participação nos lucros das grandes empresas.
  9. Pedimos uma reforma agrária adaptada às nossas necessidades nacionais, a promulgação de uma lei que permite a expropriação, sem indemnização, de terrenos para fins de utilidade pública – a supressão de impostos sobre os terrenos e a extinção da especulação fundiária.
  10. Pedimos que o Direito romano seja substituído por um direito público alemão, pois o primeiro é servidor de uma concepção materialista do mundo.
  11. Pedimos a luta pela lei contra a mentira política consciente e a sua propagação por meio da Imprensa. Para que se torne possível a criação de uma imprensa alemã, pedimos que:
    1. Todos os diretores e colaboradores de jornais em língua alemã sejam cidadãos alemães.
    2. A difusão dos jornais não-alemães seja submetida a autorização expressa. 
    3. Seja proibida por lei qualquer participação financeira ou de qualquer influência de não-alemães em jornais alemães. Os jornais que forem contra o interesse público devem ser proibidos. Pedimos que se combata por lei um ensino literário e artístico gerador da desagregação da nossa vida nacional; e o encerramento das organizações que contrariem as medidas anteriores.
  12. Para levar tudo isso a bom termo, pedimos a criação de um poder central forte, a autoridade absoluta do gabinete político sobre a totalidade do Reich e as suas organizações, a criação de câmaras profissionais e de organismos municipais encarregados da realização dos diferentes Länder, de leis e bases promulgadas pelo Reich.



E agora que já dei a minha opinião, chamei-a de fascista, que eu estou farta desta gaja até á ponta do corno direito e esquerdo sinto-me mais leve mas tenho pesadelos só de pensar que a minha geração está mais uma vez a ver o filme todo a acontecer e pior... de braços cruzados. 

Mas será que ninguém aprende nada com a Puta da História e com o Passado????

Fazendo fé nos novos relatos históricos em que o Hitler teria fugido para a Argentina em 1945 não poderá esta bruxa ser sua descendente???


terça-feira, 8 de novembro de 2011

Animal Sexual

Tenho um animal de estimação de 4 patas que desaparece do quarto quando começamos no "esfrega" e só aparece depois mas aos saltinhos...


No meio disto tudo o que me confunde é: Quem é que terá mais orgasmos, nós ou ele!?



segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Halloween


Se só hoje é que é Dia de Halloween porque raio passo a vida a apanhar sustos com os monstros que trabalham na Assembleia?


E porque é que a minha vizinha tem sempre cara de bruxa?


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Perguntam-me como consigo Poupar


Exemplos do que faço para poupar:

  • Pagar-me a mim própria pelo meu trabalho. Retirar todos os meses do vencimento entre 10 a 5% para poupanças, independentemente do sacrifício que tenha de fazer durante o mês – desde que não falte comer fico tranquila. Esse dinheiro pode sempre servir para uma despesa extra, uma urgência (carro, médico etc)
  • Fazer sempre uma lista dos produtos alimentares que estão a acabar e só comprar esses produtos (dar uma margem mínima para extras).
  • Planear (por alto) o numero de refeições e quando se vai comprar peixe e carne contar com essas refeições.
  • Ir ás compras só quando a comida está quase no fim, para nada se estragar ou ficar “perdido” no congelador.
  • Comer muitas saladas.
  • Fazer iogurtes em casa.
  • Fazer o pão em casa.
  • Trocar as lâmpadas por lâmpadas económicas ou com baixos Watts. Existem agora candeeiros que absorvem a luz solar.
  • Só abrir a torneira de segurança da água no máximo quando tiver a máquina de lavar louça e roupa a funcionar e fechar a mesma todos os dias antes de sair de casa.
  • Fechar todos os dias a torneira de segurança do gás quando se sai de casa. Para se ter uma ideia, o meu consumo reduziu tanto que eu pensava que tinha uma fuga de gás e chamei um técnico. Não abrir a torneira no máximo e principalmente no Verão reduzir a torneira que está junto ao esquentador (não há necessidade de fazer gastos extras de gás com água tão quente nesta altura)
  • Trocar os perfumes por essências ou ter só 1ou 2. Exemplo: 1 para o trabalho outro para sair (evita-se estar sempre a lavar a roupa por causa do cheiro que fica)
  • Fazer lista de coisas extras que vão sendo necessárias e no mês em que a conta do supermercado não atingir o nível estipulado/normal por família, comprar essas coisas.
  • Não ir centros comerciais.
  • Comprar roupa que faça conjuntos, assim como, acessórios.
  • Só ponho gasóleo ao fim de semana e na Repsol porque além do desconto do cartão tenho o desconto de fim de semana.
  • Só carrego os telemóveis quando já não dá para fazer chamadas e muitas vezes deixo-os andar porque não faço mas recebo.
  • Raramente tomo refeições fora, bebo um café, como um bolo etc. A minha maluqueira é gelados aos fins de semana, mas nos meses mais apertados compro-os no supermercado (andava com ideia de os começar a fazer em casa mas a nutricionista proibiu-me).

Preciso de organização para puder fazer uma das coisas que mais gosto, não abdicando por isso de comer com qualidade: não quero saber do preço da carne (é que nem como carne de porco que é a mais barata), do peixe, das frutas e legumes. Etc.

Eu sei que para muita gente sou estranha, principalmente para as mulheres que adoram compras mas eu ODEIO COMPRAS. Outros pensam que sou rica...

Todos estão enganados!!!



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Quero Voar!


Hoje não sou real. Quero que alguma coisa se transforme dentro de mim... que saía mas não quer sair.




Estou presa numa cadeira, numa secretária e queria ver o Mundo.

Queria voar, queria viver os meus sonhos e acordar nas asas de um anjo... aquele que sonhei que um dia me embalava e abraçava cheio de Luz e me levava para outros Mundos, esse anjo que por “um dia” se transformou num Diabo mas que apareceu na minha vida e ficou.

O meu amor é tão grande e o meu sentir tão grandioso que não cabe neste espaço que hoje me prende. Hoje não deveria de estar aqui, deveria ser livre, de ser uma pena. Hoje era o dia em que deveria de conseguir aumentar a minha capacidade de sonhar, de me transportar para outros lugares e hoje não saio daqui!!!

Hoje existe uma enorme distância entre mim e a estrada que quero percorrer e que me faz sentir medo.

Mas amanhã será um novo dia e eu vou acordar num outro lugar porque sonho e conseguir sonhar traz-me alegria e faz-me viver feliz dentro do Mundo dos Homens, no Mundo que construi para mim...


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Uma loura no Metro de Lisboa


No passado Sábado fui a um almoço fantástico com umas meninas lindas e fantásticas que fazem parte da sociedade Secreta PV ou 5º Piso, as Power Cyber Girls - nós somos membros permanentes e não tarda nada temos direito a medalhas por  frequência - porque o almoço era no Chiado e para ser mais fácil decidi ir de...metro, essa coisa terrível que alguém inventou e que anda debaixo da terra como as minhocas.

Primeiro problema: A bilheteira está fechada
Segundo problema: Como é que funcionam as máquinas?
Terceiro problema: Sua burra eu já disse que não vou comprar o Cartão Viva porque só faço intenções de andar de metro daqui a outros tantos 9 anos - eu sou chique sua parvalhona: só avião :)
Quarto problema: O telefone de ajuda chama mas ninguém atende e na estação não se viva alma (os mortos também não colaboraram lá muito ou então estavam a partir-se a rir ás minhas custas :D)
Quinto problema: Começo a desesperar e a enervar-me, vou chegar atrasada, não tenho o telefone de ninguém.
Solução do problema: ao longe vejo uma coisa pequenina, fardada, começo a gritar pela estação de metro: ajude-me, ajude-me que eu não sei tirar o bilhete a máquina é parva e pede-me um estúpido de um cartão que eu não quero e não tem outra opção (não riam sff). O Sr. muito simpático vai comigo há máquina e explica-me que AGORA é obrigatório tirar o Cartão Viva depois com o recibo eles devolvem esse dinheiro.

Sou o perfeito exemplo de uma loura profunda - e depois não querem ser vitimas de anedotas!!! Até em Xangai foi mais fácil andar de Metro e aquilo está escrito em Inglês e em Chinês, Tuga só complica!

Depois de um almoço divinal, de uma companhia fantástica lá fui eu outra vez para o Metro para ir trabalhar.
Destino: Estádio de Alvalade.

Para qualquer comum mortal que usa a cabeça a lógica é olhar para o mapa e pensar: "Tenho de descer na estação de Alvalade" e desci... como não estava a ver o Estádio perguntei a um velhinho para que lado era o Estádio de Alvalade e o Sr. responde: " O Estádio de Alvalade é na próxima estação".
Esta gente burra constrói o Estádio de Alvalade no Campo Grande? Ou mudam o nome da estação ou do estádio, decidam-se... e depois a loura sou eu!!!!!!!

O Sr. ajudou-me a entrar de novo no metro e depois na estação seguinte tive de forçar a saída ou ficava ali. Nada que uma adolescente de 39 anos não esteja habituada a fazer com um policia mesmo ali ao lado.

O policia não me viu e eu cheguei ao meu destino inteirinha para ver o leão entrar no campo.
Pena que não o soltaram porque se ele comesse os jogadores do Sporting eles já não tinham desculpas para o mau futebol que têm vindo a apresentar :D


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Disparates á Escolha

O chato de ligar o liquidificador sem tampa é mesmo ter de limpar a cozinha porque a mistura estava deliciosa e ainda deu para me lamber.
E o mais importante é que o que sobrou ainda deu para os iogurtes!

Pior mesmo foi quando abri a porta do forno com a cara lá dentro e levei com o calor do fumo a 220 graus. Até a médica do serviço ambulatório me mandou de urgência para o hospital e queria chamar a ambulância para eu ir mais depressa !!!
Aprendi a lição? Claro que… não :D Volta e meia lá estou eu escapar-me por uma unha negra.

Mas também já comprei farinha de brioche para a máquina do pão e enganei-me em qualquer coisa, que ainda hoje não descobri o quê e o brioche saiu todo para fora da máquina. Só se via brioche porque a máquina foi engolida!!

No outro dia tirei carne do congelador e para ela descongelar mais depressa metia no parapeito da janela ao Sol  . Passados 10 minutos andámos loucos pela casa atrás da malvada da gata porque ela tinha roubado a carne e em pânico porque ela a podia ter mandado pela janela abaixo mas… afinal caiu para dentro do cesto da roupa suja que estava aberto porque eu ia lavar a roupa e o cesto estava ao pé da janela :D

Chato é quando ando á procura de roupa e ela está no lixo da reciclagem em vez de estar no cesto da roupa suja mas dentro do cesto da roupa suja estão embalagens de shampoo, etc etc – é o que vai acontecendo….

A minha vida nem teria graça se eu, ás vezes, não começasse a fazer uma coisa e como me distraiu por algum motivo depois levo algum tempo a tentar perceber: Mas que raio é que eu estava a fazer antes de interromper!!!


terça-feira, 28 de junho de 2011

Praia da Ganza

Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Oeiras

Venho por este meio pedir-lhe para mudar o nome da Praia da Torre para Praia do Canhão.É que no passado Sábado á tarde fui á referida praia e havia tantos grupos de “mitras” a falar em fumar canhões que eu pensei que ia começar alguma guerra, só quando o vento mudou e levei com cheiro é que me apercebi que não li a placa que de certeza estava á entrada da praia que dizia: Praia Reservada a Fumadores de Ganzas.

Tive medo de ir ao banho com Carcavelos ali ao lado nem sei que disputa se poderia avizinhar…

Assaltos no estacionamento da praia Manta Rota são habituais

Exmo. Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova Cacela

Venho por este meio agradecer a hospitalidade e a informação que a sua Junta disponibiliza a todos os veraneantes e turistas que a visitam principalmente nesta época do ano.
Muito Obrigada por disponibilizar a informação que o responsável que gere a empresa que explora o parque de estacionamento junto á praia e a GNR me disponibilizaram após no dia 16 de Junho de 2011 o meu carro ter sido assaltado nesse parque: “Os assaltos são normais, eles depois largam as carteiras numa zona da Lota”.

Pelo que fui informada e segundo me parece por pessoas com bastante conhecimento de causa, é normal nesta altura do ano “o pessoal” da Lota vir a pé até á Manta Rota assaltar os carros que estão estacionados no parque de estacionamento, que nesta altura do ano já é pago (quando eu fui ainda estava a ser montado o sistema de cancelas,) e depois voltarem a pé para a Lota onde num determinado local abandonam as carteiras com o que já não lhes interessa.

Sabe o que é que chateia? É que eu nem queria ir para essa praia porque não é das minhas preferidas.

Mas sabe o que é me chateia ainda mais? É V. Exa. meter ao bolso o dinheiro do aluguer do espaço e dos veraneantes e não se preocupar minimamente com a segurança de bens e pessoas que visitam a localidade, ao não as informar devidamente com placares informativos de “zona sujeita a furtos” e obrigar contratualmente a empresa que Lhe paga para explorar o espaço a ter ou um sistema de camaras rotativas ou mais um Vigilante. Parece-me que existe uma maior preocupação com o lucro do que com a segurança e bem-estar, afinal no fim de contas V. Exa. ganha mas depois não paga os prejuízos.

Por falar em prejuízos: O arranjo da porta da minha viatura é €150 (porque felizmente não tinha mais nada dentro da viatura).

Acha que é normal eu lhe pedir para pagar o arranjo do carro porque o estrago deveu-se á sua inércia e irresponsabilidade!? Eu acho que sim e fico á espera do número de contribuinte e do nome em que a mesma tem de ser passada enquanto disponibilizo esta informação pela internet ajudando-o assim a fazer correctamente o seu trabalho visto parecer-me que o Exmo. Sr. Presidente está muito ocupado.
Atentamente,


P.S – O casal Americano que também foi assaltado na mesma altura ficou sem o telemóvel e sem uma bolsa com jóias, telemóvel e carteira com documentos pessoais, Cartões de Crédito, bilhetes de avião, etc.




terça-feira, 24 de maio de 2011

Somos Muitos, é belo!!!

A sensação de saber é perigosamente deliciosa.
Deus não quer saber da minha música, quer saber dos meus pensamentos e do que vai no meu coração.
Tenho de aceitar e aprender a viver com o que vejo. O futuro tem limites nos meus olhos.

Se errar posso destruir alguém. O meu conhecimento e o meu silêncio elevam-me a um poder que me transmite cada vez mais serenidade e calma. Tenho de aprender a calar os meus pensamentos é … perigosamente belo, muito belo!

… E tu tens tanta luz e as almas finalmente encontram-se para viver o seu dharma, os sonhos roubados vão finalmente ser repostos, alguém ainda vai percorrer um longo caminho e ao meu lado alguém está a crescer e pode tornar-se grandioso.
O caminho… é lindo, tão lindo. Já não tem espinhos, já não magoa… e as vidas cruzam-se e as pessoas tocam-se.
Acabou o teu sofrimento, acabou o nosso sofrimento, as nossas vidas começam agora. Amor, é o amor, a luz, o sonho, a esperança… somos muitos, é tão lindo…tão belo! Estou tão feliz!!

Amo-te tanto. Vejo tanto amor á minha volta!
Quem vai cair pode levantar-se, dói-me, é horrível, faz-me mal!

Eu sei quem são.

Graças, Muitas Graças

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Estranhas estimativas e contagens do SMAS de Sintra

Após ter reclamado por escrito no Posto de Atendimento do Cacém enviei hoje este email para: ERSAR, SMAS Sintra, Deco e Sic.

Exmos. Srs.
Venho por este meio expor, solicitar respostas ao meu caso que acontece no SMAS de Sintra e pelo que fui informado junto dos serviços existem mais clientes do SMAS de Sintra a reclamar pelos mesmos motivos.
O meu nome é XXXXXXXXXXXXX, sou o cliente nº XXXXXXXXX e sendo desde 2009 cliente do SMAS de Sintra tenho vindo a estudar as estimativas e contagens efectuadas pela companhia de águas e vindo a fazer várias experiências verificando que independentemente das situações não existem alterações profundas nos consumos e contagens:
1. Quando dou como consumo real 5m3 é acrescentada uma estimativa de mais 1 m3, o que faz com que passe automaticamente para o escalão 2 pagando mais.
2. Nas férias não estou em casa durante 1 ou 2 semanas, durante várias vezes ao ano, mas os consumos a cobrar são os mesmos independentemente de se dar a contagem ou não, a estimativa encontra-se presente, tal como o escalão 2.
3. Inicialmente viviam na casa 3 pessoas (uma delas adolescente), agora vivem 2 (saiu a adolescente) mas não existem alterações visíveis nos consumos, nas estimativas e no escalão 2.
4. Foram postos os redutores de caudais nas torneiras da casa mas não existem alterações visíveis nos consumos, nas estimativas e no escalão 2.
5. A roupa foi por vários meses e várias vezes posta a lavar em casa de familiares mas não existem alterações visíveis nos consumos, nas estimativas e no escalão 2.
6. Quer dê a contagem com 1 dia de antecedência, 2, 3, 5, ou 5 é cobrado um valor por estimativa.

Quando vou ao SMAS de Sintra, mais precisamente ao Posto de Atendimento do Cacém é dito que existem várias reclamações nesse sentido e também NINGUÉM sabe quando é que a contagem tem de ser dada para NÃO SER COBRADA ESTIMATIVA.
Eu não me importo de fazer o trabalho do SMAS com as contagens, apesar de ser um profundo aborrecimento ter de estar sempre atento aos dias, mas convenhamos de que para o SMAS de Sintra o meu trabalho nunca está bem feito e eu sou um incompetente porque mesmo com cortes nos consumos gasto sempre o mesmo.

Já me aconteceu escrever um fax a reclamar e a exigir que fossem repostos os valores e só passados meses é que fui contactado para me dizerem que podia reclamar á vontade porque as contagens eram feitas assim e o dinheiro das estimativas não me seria devolvido e a contagem não seria reposta mas… não me sabem dizer o dia em que tenho de dar a contagem para não pagar estimativa, não subir de escalão quando não existe necessidade disso e porque é que os consumos são sempre os mesmos
Mais estranho ainda é que as facturas do gás passaram para o 1º Escalão e os consumos reduziram muito.

Terão que concordar comigo de que não posso fazer acusações directas sem prova s objectivas mas de que é legítimo eu estimar que existe alguma coisa errada!

Atentamente,

XXXXXXXXXXXXX



segunda-feira, 9 de maio de 2011

Perdi o único transporte público que utilizo: o avião

... E não vi a Festa das Flores na Ilha da Madeira!

Não consigo explicar o que aconteceu mas quando cheguei á porta de embarque vi o avião a ser rebocado para se fazer á pista.

O Luís disse logo: Prontos vamos para o Algarve, aproveitamos o Sol e vamos para a praia!

A minha alma ficou parva, eu tinha perdido uma coisa enorme chamada avião, ainda sem saber nem como nem porquê, estava ainda em estado de choque, sem saber se chorava, se me enervava, se qualquer coisa e o meu marido diz-me: Vamos para a praia!  - Acabámos por ir para Vilamoura.
Fomos ao balcão da Easyjet e o voo da tarde estava cheio, havia a possibilidade de voltarmos ao aeroporto a essa hora tentando embarcar mas devido á Festa das flores as possibilidades eram remotas, podíamos também tentar o dia seguinte mas o meu marido não estava minimamente disponível para perder um raio de Sol. Perdeu o avião mas não perdeu a saúde e a vida portanto e como não há garantias de haver lugar no próximo voo liga para a Interpass e marca já estadia a partir de hoje e até Domingo.

O homem não me deixou chorar, não me deixou ficar chateada até á noite onde lhe pedi por favor para me deixar extravasar e 10 minutos depois também eu já estava a 100%. Não deixa de ser uma anedota e de me ir traumatizar para toda a vida mas é como ele diz a Madeira esta lá e nós estamos aqui e bem.

Apesar disso e para descargo de consciência ainda tentei mudar as datas de voo mas saía mais caro, também vi as datas para as minhas férias em Junho mas o raio do homem estava de má vontade e não quer ir… nas férias grandes quer ficar de papo para o ar na praia, sem grandes custos e já escolhemos o destino que estes dias também serviram para valorizarmos e apercebermo-nos do que realmente queríamos, porque até á data havia um espaço em branco para as férias grandes no próximo mês: Algarve


quarta-feira, 4 de maio de 2011

Festa das Flores na Ilha da Madeira

Amanhã por esta hora já terei aterrado e almoçado uma bela espetada em pau de louro na Ilha da Madeira.

Não era dos meus sítios preferenciais para ir mas quando surgiu a oportunidade não a deixei fugir. Tenho sorte de ter estadia gratuita e de agora haver voos low coast.

Podia ter escolhido outra altura para visitar a Ilha mas alguma coisa me levou a escolher a data da Festa das Flores, um dos 3 principais emblemas da Ilha tirando o Carnaval e o Fogo de Artificio no final de cada ano. Agora não sei se terei feito a melhor escolha porque deve haver mais pessoas na Ilha, muitas mais, mas no fundo não me importo nada. Estou super contente e só de imaginar que vai estar tudo muito florido ainda mais.


Esta borboleta já começou a bater as asas para se deliciar com o perfume e cores de tantas pétalas – estou a ficar encantada e acho que vai ser maravilhoso!


quinta-feira, 17 de março de 2011

Japão

Um dia depois do Tsunami no Japão e ao final do dia de trabalho, escrevinhei rápidamente, sem pensar e com uma grande frustração, tristeza (nem sei explicar o que senti) exactamente isto numa folha de papel:
“Não estou a ser capaz de enviar vibrações positivas para aqueles que morreram no Tsunami do Japão. Não sei se é por saber que este é o ano das grandes catástrofes naturais mas não consigo encontrar forças e sinceridade para vibrar por todos os que ainda estão vivos, por outro lado cá dentro sinto que se eles não morressem um mal pior  acontecer-lhes-ia.”
Esta frase tornou-se confusa porque eu queria enviar vibrações positivas para os que morreram mas não conseguia vibrar pelos vivos porque algo pior ainda podia acontecer… Ontem assustei-me e hoje caí na realidade da radioactividade quando ouvi na rádio que estão a enviar aviões maiores para mais rapidamente deslocar as pessoas de Tóquio. Em Tóquio?????

Namastê

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Não vou em Modas




Lamentavelmente não me interesso minimamente por moda, perfumes, montras, malas, roupas, sapatos, maquilhagem etc. e tal…

Aquilo que sei, ou vou sabendo, chega-me e basta-me para ser feliz como sou – ou tentar porque esse é o meu único objectivo.

Não troco um Jornal de Economia, qualquer jornal diário, uma Focus, Sábado ou Visão por nenhuma revista tipo Máxima, Nova Gente etc. e tal… Adoro ver documentários, noticias de vários países e em várias línguas. Adoro conspirações mundiais, sociedades secretas, pesquisas sobre acontecimentos históricos, políticos e religiosos – resumindo chafurdar.

Sou capaz de ler enciclopédias sem stressar, basta-me não ter dinheiro para comprar livros que as enciclopédias estão á disposição lá em casa. Tenho uma colecção lindíssima de Contos Populares Portugueses para ler aos meus filhos antes de dormir eheheheh…

Compras??? O que é isso??? Odeio – pura e simplesmente ODEIO fazer compras, ver montras, não quero saber do último modelo seja do que for, de centros comerciais, de lojas de rua. Basicamente quando entro numa loja já sei o que quero e preciso e é entrar e sair…

Se calhar sou uma gaja por engano… mas um engano bastante grande porque me nasceram os tomates acima do umbigo!!!

(não se babem que estas não são minhas)

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Uma passagem

Ontem descobri mais uma coisa no intervalo de um jogo de moedas entre 3 encarnados.

Descobri que passar do plano terreno para o plano espiritual dói, fiquei triste, muito triste por todas as pessoas que morrem, por mim e pelo motivo pelo qual essa conversa teve inicio: o que a minha mãe queria que acontece-se no dia do seu velório.
Descobri que a passagem pode fazer sofrer muito porque a pessoa pode não estar preparada, pode não acreditar e pode ter tido uma vida sem ou com pouco mérito.

É muito difícil, mesmo para aqueles que trabalham para ganhar outra consciência, fazer a passagem para o plano espiritual, segundo o que entendi tudo depende do mérito que alcanças-te neste plano e de quem tens do outro lado que te possa ajudar a fazer a passagem.

Eu não tenho medo de morrer mas não queria que isso fosse de alguma forma uma fase de sofrimento. Não gosto nada de dor, de sofrer, de tristeza. Tenho por entendimento que estou nesta vida para ser feliz e essa é a minha luta que deixou de ser egoísta e individualista e passou a ser um desejo Universal.

Causa-me muita dor e muito sofrimento ouvir nas notícias da televisão que as pessoas no Mundo Árabe lutam por pão, água, arroz.
Antigamente lutavam por causas estúpidas e materiais, como conquista de terra, mais poder, mais dinheiro, mais bens materiais mas quando as pessoas lutam por terem fome a coisa torna-se muito complicada e causa-me um certo medo saber que podemos estar em espiral descendente. É horrível isto acontecer e eu estar preocupada com as minhas férias, sinto-me egoísta e frígida tento encolher os ombros, olhar para o lado e fingir que não vejo mas não sou capaz de ficar indiferente mas… aqui parei… que posso eu fazer?
Um irmão disse-me para emitir vibrações positivas e orar, eu fiz isso e faço mas sinto-me incompleta e por mais do que ele explique eu não consigo achar que estou a fazer algo de bom porque o que Irmão disse e tem razão: Isto é egocentrismo. Quem não sabe pode achar que sou humilde mas ao pensar que não faço nada de bom estou a ser egocêntrica porque o meu ego é tão grande que quero mudar o Mundo.

Tenho de falar com a minha mãe sobre a passagem dela para o Mundo Espiritual no dia do velório, ela vai entender e vai aceitar porque me ama e respeita. Mas é chato não poder haver um catering com danças de salão. Explicaram-me que o ritual do velório está correcto porque o encarnado precisa daquele amor e de vibrações positivas para desencarnar. Mesmo com o consentimento, em vida do morto (por desconhecimento) esta situação pode ser muito constrangedora e causar sofrimento – eu não quero que a minha mãe sofra, amo-a muito e preciso que ela esteja tranquila quando eu um dia lá chegar para me dar o famoso colo e para me amparar na minha dor.


Namastê

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Escola Mistica Iniciática

Tenho 38 anos, faço parte de uma Escola Mística Iniciática.

Sou aquilo a que as pessoas chamam médium.

Não sei se é isso que sou ou sei mas… sei que sou uma pessoa que procura o Deus que existe dentro de mim.

Sobre o que sinto e penso de uma forma mais espiritual é o que vou falar aqui.
Sobre a forma como entendo as coisas, sabendo que o meu entendimento é e pode ser diferente do entendimento das outras pessoas e nem mesmo nós, médiuns, entendemos o que nos é dito e transmitido da mesma maneira.

“O Meu Entendimento” é meu, não serve nem de guia, nem de lição, não pode servir porque não tenho conhecimentos nem pretensões de Mestre.

 Este é só o meu entendimento sobre as coisas do pequenino mundo espiritual que me está a ser dado a conhecer.


Namastê

Xutos e Pontapés


Quando decidi que iria fazer um blog tive de encontrar um tema, algo que tivesse a ver comigo, com a minha forma de pensar e de estar, com o meu passado e com o meu presente.
Escolhi a música "Este Mundo é Teu" dos Xutos e Pontapés porque os Xutos, pelo menos até á pouco tempo eram, escreviam e cantavam o que eu sentia, agora por voltas que a vida dá já não os oiço tanto mas eles continuam a representar o meu passado que me ajuda a construir o meu futuro, eles representam a minha adolescência, a minha construção de personalidade, o que amo e a forma como o faço.

Sobre eles talvez vá falando ao longo desta minha exposição pública e sobre alguma coisa que possa falar, mas será tudo sobre e nem tudo sobre mim se pode saber  J para eles todo o meu amor e todo o que tenho é pouco. Obrigada por existirem e por serem os Xutos na altura em que eu, adolescente procuro uma voz, um caminho, um grito, um coração, uma forma de amar.

Amar-te foi o de melhor que poderia ter acontecido na minha vida.
Nunca acreditei que o nosso amor pudesse sobreviver e acontecer neste Mundo porque nunca acreditámos que a fórmula fosse deste Mundo. Na altura não era uma “mística” mas sempre acreditei que vínhamos do passado e iríamos para o futuro sem passar nesta casa.

Hoje vivo um Grande Amor. Aconteceu na minha vida o que acontece a muito poucas pessoas que é sonhar uma pessoa e ela vir a tornar-se real mas ainda hoje oiço as vozes do passado!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Viajar para o Egipto


Devido ao clima de tensão no Cairo, os preços das viagens para o Egipto baixaram 50% em compras antecipadas para Junho, Julho, Agosto e Setembro.
Foram excluidas todas as visitas ao Cairo e á agências a disponibilizar deslocações minimas de 3 dias a Sharm el Sheikh e Hurghada por mais 100€ por pessoa.

Depois cai da cama, levei um tombo e acordei!!!!...

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Noivado

 

Um dos meus grandes amigos anunciou, ontem, que está noivo de uma grande amiga minha... no Facebook.

Ao fim de 10 anos de namoro e de amizade fiquei contente por ter sido das primeiras a saber !!!

Á espera á espera á espera á espera

Há meses que deveriam obrigatoriamente de desaparecer do mapa e este poderia ser definitivamente um ou então arranjarem-me um chá de boa disposição com umas gotas de pachorra.
Para começar deveria de ser final do mês – tenho pressa em voltar a receber ...

A empresa de gestão de condomínios Península Condomínios na pessoa do Exmo. Sr. Heitor, que por sua vez até é meu colega de trabalho, ficou-me a dever-me 36,60€ porque o meu prédio rescindiu o contrato com a empresa dele. Ainda não vi o dinheiro que dei a mais, já reuni toda a documentação e infelizmente acho vou ter de me chatear. Até poderia ignorar mas acho injusto que as pessoas se safem com atitudes destas e vistas bem as coisas, este dinheiro paga metade da minha passagem de aviação para a Festa da Flores na Madeira. LOL


A empresa de condomínios que actualmente gere o prédio, a Orguestudo, demorou desde Novembro de 2010 a enviar-me o recibo do pagamento, apesar dos vários pedidos que fiz por email. Parece que enviaram mas.. para a morada errada, é de estranhar porque já tinham enviado correspondência para a  actual morada.
Resultado: recebi agora o recibo por carta registada, que não sei quem vai pagar e lá vinha o seguro multi-riscos contratado pelo edifício para as áreas comuns. Pedi-lhes informações sobre o mesmo porque a circular diz uma coisa, a acta diz outra, nunca recebi as condições do seguro e tenho de ver se tenho condições cruzadas com o seguro da casa para anular alguma, que me vai reduzir custos e se o seguro é anual (como parece ser) não tenho o comprovativo para as finanças do pagamento do mesmo.
Estou farta de lhes fazer um desenho, mas nem linguagem gestual eles entendem e mandaram-me esperar até 16 de Fevereiro quando tenho reunião de condóminos… esperar??? Ya… estou a espera desde Novembro e acho que eles não entendem que eu lhes estou a pagar para me prestarem um serviço e esse serviço não está a ser feito…. Mandaram-me ESPERAR – eu pago para esperar á espera    á espera   á espera    á espera



Estou a ficar maluca e a tentar respirar fundo: inspira-expira-inspira-expira    ainda estou viva!!
Escrevi uma carta para o Presidente da Junta de Freguesia onde resido a solicitar a ajuda do mesmo para algumas falhas que se têm prolongado e agravado com os anos e que me causam arrepios. Sua Excelência liga-me e combinamos uma coisa… estou á espera desde Dezembro:  á espera      á espera      á espera      á espera.
Cansada de esperar escrevi, em nome do meu companheiro, um email, com fotos, desenhos, etc  – tinha bonecos pah era impossível de não se compreender – solicitei mais uma vez ajuda do Presidente para pôr pins verdes na entrada do prédio porque as pessoa fazem daquilo estacionamento e tem vindo a piorar, inclusivamente já destruíram um pequeno jardim (que supostamente é da responsabilidade da Junta); informei-o mais uma vez que estão 2 carros parados á vários meses e ainda por cima um deles já não tem nem seguro, nem inspecção; pedi-lhe mais uma vez para tirar a borracheira que alguém plantou á vários anos e que a Junta (responsável pela jardinagem) deixou crescer ao ponto de estar a começar a danificar o pavimento e ainda… pedi mais uma vez que retira-se a árvore que eles plantaram na parte lateral do prédio porque o está a danificar. Resultado: á espera   á espera   á espera   é espera
…e pior o Presidente já me acusou de reclamar e não colaborar… eu explico: quando me mudei para ali passei-me literalmente e como tive uma doença que se chama Ataques de Pânico quando stressava mandava estalo para todo o lado sem olhar a quem e como o fazia. Depois pedi-lhe desculpa pela minha atitude e até gostei da postura colaborante do mesmo, do interesse e da vontade mas estou…..á espera...…á espera...…á espera


Inspira   expira   inspira   expira   inspira   expira   inspira   expira

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Deixei de fumar no dia 1 de Julho de 2010, não me drogo e pouco bebo. 

Peço que ninguém se lembre de condenar ou taxar o sexo porque senão vou presa por desrespeito á autoridade.

Bem-Vindos