terça-feira, 24 de maio de 2011

Somos Muitos, é belo!!!

A sensação de saber é perigosamente deliciosa.
Deus não quer saber da minha música, quer saber dos meus pensamentos e do que vai no meu coração.
Tenho de aceitar e aprender a viver com o que vejo. O futuro tem limites nos meus olhos.

Se errar posso destruir alguém. O meu conhecimento e o meu silêncio elevam-me a um poder que me transmite cada vez mais serenidade e calma. Tenho de aprender a calar os meus pensamentos é … perigosamente belo, muito belo!

… E tu tens tanta luz e as almas finalmente encontram-se para viver o seu dharma, os sonhos roubados vão finalmente ser repostos, alguém ainda vai percorrer um longo caminho e ao meu lado alguém está a crescer e pode tornar-se grandioso.
O caminho… é lindo, tão lindo. Já não tem espinhos, já não magoa… e as vidas cruzam-se e as pessoas tocam-se.
Acabou o teu sofrimento, acabou o nosso sofrimento, as nossas vidas começam agora. Amor, é o amor, a luz, o sonho, a esperança… somos muitos, é tão lindo…tão belo! Estou tão feliz!!

Amo-te tanto. Vejo tanto amor á minha volta!
Quem vai cair pode levantar-se, dói-me, é horrível, faz-me mal!

Eu sei quem são.

Graças, Muitas Graças

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Estranhas estimativas e contagens do SMAS de Sintra

Após ter reclamado por escrito no Posto de Atendimento do Cacém enviei hoje este email para: ERSAR, SMAS Sintra, Deco e Sic.

Exmos. Srs.
Venho por este meio expor, solicitar respostas ao meu caso que acontece no SMAS de Sintra e pelo que fui informado junto dos serviços existem mais clientes do SMAS de Sintra a reclamar pelos mesmos motivos.
O meu nome é XXXXXXXXXXXXX, sou o cliente nº XXXXXXXXX e sendo desde 2009 cliente do SMAS de Sintra tenho vindo a estudar as estimativas e contagens efectuadas pela companhia de águas e vindo a fazer várias experiências verificando que independentemente das situações não existem alterações profundas nos consumos e contagens:
1. Quando dou como consumo real 5m3 é acrescentada uma estimativa de mais 1 m3, o que faz com que passe automaticamente para o escalão 2 pagando mais.
2. Nas férias não estou em casa durante 1 ou 2 semanas, durante várias vezes ao ano, mas os consumos a cobrar são os mesmos independentemente de se dar a contagem ou não, a estimativa encontra-se presente, tal como o escalão 2.
3. Inicialmente viviam na casa 3 pessoas (uma delas adolescente), agora vivem 2 (saiu a adolescente) mas não existem alterações visíveis nos consumos, nas estimativas e no escalão 2.
4. Foram postos os redutores de caudais nas torneiras da casa mas não existem alterações visíveis nos consumos, nas estimativas e no escalão 2.
5. A roupa foi por vários meses e várias vezes posta a lavar em casa de familiares mas não existem alterações visíveis nos consumos, nas estimativas e no escalão 2.
6. Quer dê a contagem com 1 dia de antecedência, 2, 3, 5, ou 5 é cobrado um valor por estimativa.

Quando vou ao SMAS de Sintra, mais precisamente ao Posto de Atendimento do Cacém é dito que existem várias reclamações nesse sentido e também NINGUÉM sabe quando é que a contagem tem de ser dada para NÃO SER COBRADA ESTIMATIVA.
Eu não me importo de fazer o trabalho do SMAS com as contagens, apesar de ser um profundo aborrecimento ter de estar sempre atento aos dias, mas convenhamos de que para o SMAS de Sintra o meu trabalho nunca está bem feito e eu sou um incompetente porque mesmo com cortes nos consumos gasto sempre o mesmo.

Já me aconteceu escrever um fax a reclamar e a exigir que fossem repostos os valores e só passados meses é que fui contactado para me dizerem que podia reclamar á vontade porque as contagens eram feitas assim e o dinheiro das estimativas não me seria devolvido e a contagem não seria reposta mas… não me sabem dizer o dia em que tenho de dar a contagem para não pagar estimativa, não subir de escalão quando não existe necessidade disso e porque é que os consumos são sempre os mesmos
Mais estranho ainda é que as facturas do gás passaram para o 1º Escalão e os consumos reduziram muito.

Terão que concordar comigo de que não posso fazer acusações directas sem prova s objectivas mas de que é legítimo eu estimar que existe alguma coisa errada!

Atentamente,

XXXXXXXXXXXXX



segunda-feira, 9 de maio de 2011

Perdi o único transporte público que utilizo: o avião

... E não vi a Festa das Flores na Ilha da Madeira!

Não consigo explicar o que aconteceu mas quando cheguei á porta de embarque vi o avião a ser rebocado para se fazer á pista.

O Luís disse logo: Prontos vamos para o Algarve, aproveitamos o Sol e vamos para a praia!

A minha alma ficou parva, eu tinha perdido uma coisa enorme chamada avião, ainda sem saber nem como nem porquê, estava ainda em estado de choque, sem saber se chorava, se me enervava, se qualquer coisa e o meu marido diz-me: Vamos para a praia!  - Acabámos por ir para Vilamoura.
Fomos ao balcão da Easyjet e o voo da tarde estava cheio, havia a possibilidade de voltarmos ao aeroporto a essa hora tentando embarcar mas devido á Festa das flores as possibilidades eram remotas, podíamos também tentar o dia seguinte mas o meu marido não estava minimamente disponível para perder um raio de Sol. Perdeu o avião mas não perdeu a saúde e a vida portanto e como não há garantias de haver lugar no próximo voo liga para a Interpass e marca já estadia a partir de hoje e até Domingo.

O homem não me deixou chorar, não me deixou ficar chateada até á noite onde lhe pedi por favor para me deixar extravasar e 10 minutos depois também eu já estava a 100%. Não deixa de ser uma anedota e de me ir traumatizar para toda a vida mas é como ele diz a Madeira esta lá e nós estamos aqui e bem.

Apesar disso e para descargo de consciência ainda tentei mudar as datas de voo mas saía mais caro, também vi as datas para as minhas férias em Junho mas o raio do homem estava de má vontade e não quer ir… nas férias grandes quer ficar de papo para o ar na praia, sem grandes custos e já escolhemos o destino que estes dias também serviram para valorizarmos e apercebermo-nos do que realmente queríamos, porque até á data havia um espaço em branco para as férias grandes no próximo mês: Algarve


quarta-feira, 4 de maio de 2011

Festa das Flores na Ilha da Madeira

Amanhã por esta hora já terei aterrado e almoçado uma bela espetada em pau de louro na Ilha da Madeira.

Não era dos meus sítios preferenciais para ir mas quando surgiu a oportunidade não a deixei fugir. Tenho sorte de ter estadia gratuita e de agora haver voos low coast.

Podia ter escolhido outra altura para visitar a Ilha mas alguma coisa me levou a escolher a data da Festa das Flores, um dos 3 principais emblemas da Ilha tirando o Carnaval e o Fogo de Artificio no final de cada ano. Agora não sei se terei feito a melhor escolha porque deve haver mais pessoas na Ilha, muitas mais, mas no fundo não me importo nada. Estou super contente e só de imaginar que vai estar tudo muito florido ainda mais.


Esta borboleta já começou a bater as asas para se deliciar com o perfume e cores de tantas pétalas – estou a ficar encantada e acho que vai ser maravilhoso!