A Minha Mãe


A minha sempre sempre foi a minha melhor e grande amiga.

Eu e a minha mãe discutíamos a bom discutir durante a minha adolescência porque ela puxava para um lado e eu para o noutro e como sempre fui um espírito extremamente rebelde e sempre fiz o que queria e bem me apetecia e a minha mãe sempre foi uma menina com mais 14 anos que eu, pouco ou nada podia fazer para me segurar e... não segurou, deixou-me fazer tudo o que eu queria e eu fiz.

A minha mãe nunca me deixou faltar nada e nós éramos muito pobres. As pessoas agora falam que não têm dinheiro para isto e para aquilo mas a minha mãe ia a vários talhos para conseguir comprar um frango 1 ou 2 escudos mais barato, bifes, mercearias etc. 

Na escola eu não tinha dinheiro para comer um bolo, beber um sumo, para nada. O material escolar passava de ano para ano porque não havia dinheiro para mais e ainda usava coisa emprestadas. 

Nunca me vesti na moda porque tinha o básico e muita coisa era a minha prima que dava. 

A minha mãe "fugia" de casa comigo quando o meu pai estava a dormir para irmos ao baile, ao Zoo etc e tínhamos de voltar antes dele acordar. 

A minha mãe nunca me bateu, nunca me castigou. A minha mãe sempre foi e é uma chata mas sempre me apoiou e protegeu.

Um dia quando ela me faltar não sei o que vai ser da minha vida. A minha sorte é termos praticamente a mesma idade porque quando,um dia, Deus a levar eu vou com ela. Não sei viver sem a protecção que ela me dá. 

Ela existir, além de me fazer sentir protegida, faz-me sentir capaz e segura porque se eu errar ela toma conta de mim - sempre tomou!!!

Comentários