terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Novo Teste Pré-Natal


A partir de hoje as grávidas podem realizar um teste pré-natal inovador que detecta trissomias fetais com 99% de certezas e sem realizar a amniocentese.

O teste baseia-se na análise do ADN fetal presente no sangue materno e detecta as trissomias em grávidas com mais de 10 semanas de gestação sem riscos para a grávida e para o feto

O teste reduz 5 vezes os falsos positivos e detecta anomalias cromossómicas como o Síndrome de Down. Numa fase inicial custará 670€ contra os 500€ da amniocentese e nesta fase inicial só vai estar disponível em 4 hospitais particulares (Hospital da Luz (Lisboa), Hospital dos Lusíadas (Lisboa), Hospital da Boavista (Porto), Hospital de Santiago (Setúbal) e Hospital Santa Maria (Faro)).

Apesar do teste não ser comparticipado, como reduz a necessidade do número de amniocenteses,  os responsáveis pelo mesmo vão propôr ás seguradoras a comparticipação e depois ao Serviço Nacional de Saúde.


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Depois do Stress... Massagens

Finalmente descanso. Esta é daquelas semanas em que se eu tivesse a trabalhar, este era o único dia em que eu lá ia. Desde consultas médicas, inspecção médica, etc esta foi mais uma daquelas semanas em que quase tudo aconteceu mas já passou e passou ontem. 

Não que seja uma situação obrigatória mas ontem lá fui ás minhas queridas massagens á Hélia Aleixo

A minha infecção, que não me deixava mexer, desapareceu sem eu ter tomado um único comprimido (também só podia tomar benurons) e agora é continuar para ajudar as infecções e má circulação na gravidez. Sai mais caro? Claro que sai mais caro mas é muito mais natural e sabe muito melhor! 

Recomendo.


Eu adoro o Ikea e no caminho para casa passei por lá mas cheguei a uma triste conclusão: salvo uma ou outra excepção, no que toca a coisas para bebé e criança o Ikea está muito próximo da Casa do Terror.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Gravidez Semana a Semana - 19 a 28


SEMANA 19
O bebé vai reagir ao som, movimento, luz e tacto - tem uma maior percepção do mundo exterior. Se ele ouvir um som mais forte no exterior, poderá mover-se ou saltar mas a mãe pode nem se aperceber destas reacções  O bebé tem entre 13 e 15 cm de tamanho e pesa 200 gr. As orelhas estão desenvolvidas. Por detrás dos dentinhos de leite, aparecem os da dentição permanente, a pele está enrugada e coberta por vérnix caseosa vai protegê-lo de algumas infecções. O cérebro está desenvolvido e tem agora maior controlo dos movimentos, tem o mesmo número de células nervosas que um adulto. A placenta está completa e tem quase o mesmo tamanho do bebé mas o liquido amniótico não ultrapassa uma chávena.

A mulher talvez tenha sentido movimentos do bebé, mas algumas não se apercebem de nada até às 22 semanas. O pé que dá chutos tem 2 cm de comprimento. Como a energia está a voltar deve de mover-se e fazer exercício. Notará um aumento de peso nas coxas e no rabo. Emocionalmente tente controlar a ansiedade.


SEMANA 20
Está a meio da gravidez. O bebé mede entre 14 e 16 cm e pesa uns 255 gr. O seu crescimento começa a ser mais lento mas é a partir deste momento que vai começar a ganhar peso rapidamente, mais ou menos 50 gramas por semana.
Os olhos já se movem de um lado para o outro, mas as pálpebras estão fechadas,  cabelo, pestanas e sobrancelhas continuam a crescer e as pernas estão quase com o tamanho indicado. O seu desenvolvimento centraliza-se nos pulmões e nos sistemas digestivo e imunitário, os rins estão a funcionar muito bem. O batimento cardíaco já se pode ouvir com um estetoscópio. O bebé já pode coordenar os movimentos e ser activo: consegue agarrar, rolar e virar-se.

A mulher deve fazer uma ecografia morfológica para ver como decorre o desenvolvimento do seu bebê e analisar o peso e as medidas, começa-se a controlar a sua hipertensão. A sua barriguinha esta mais visível, no entanto começa a ter alguns problemas na postura causados pelo aumento do peso. Pode começar a ter dores nas costas e vai ser difícil encontrar uma posição confortável para dormir (Se possível, faça uma massagem de vez em quando nas costas). Se esta é a sua primeira gravidez vai sentir certamente o seu bebê, pela primeira vez, a movimentar-se.


SEMANA 21
O bebé poderá ter feições familiares bem nítidas. As semanas que se seguem são muito importantes porque os pulmões estão a amadurecer (só no final da gestação é que ele começa a sua primeira respiração mas agora começa a praticar os movimentos respiratórios).
tamanho do bebê é de 16 - 25 cm e o pesa 300 gr, continua com o tom de pele avermelhado e enrugado. Tem lugar ao desenvolvimento da memória (aconselha-se que lhe faça ouvir músicas calmas que o poderão acalmar quando nascer), a língua está desenvolvida, os órgãos genitais estão formados ou em desenvolvimento: se for menina: o útero e a vagina já estão desenvolvidos e se for menino, os testiculos já começaram a descer para o escroto.
O bebé está muito activo, os movimentos são plenamente perceptíveis e usa o cordão umbilical como brinquedo, tentando agarrá-lo.

A mulher vai notar o aumento da transpiração porque tem mais peso, é normal ter dores de barriga, porque os ligamentos que protegem o útero estão a esticar. A expansão do útero poderá pressionar o diafragma de maneira a ficar sem fôlego. Faça massagens, relaxe e faça exercício regularmente para se sentir mais enérgica.


SEMANA 22
O bebé tem o comprimento de uma banana, mede 25-27 cm e pesa 350 gr e assemelhando-se a um cachorro recém-nascido. As unhas das mãos e dos pés estão a crescer e as linhas e vincos da mão tornam-se mais marcados, o sentido do tacto começa a aparecer, por isso ele dá pancadas na sua própria face e chucha o polegar. O bebé está a desenvolver consciência de si próprio e da relação entre as partes do corpo.

A mulher perceberá bem os movimentos do bebé mas no caso de ausência total de movimento deve contactar o médico. O seu apetite vai aumentar e é normal que tenha muita vontade de comer fastfood e “porcaria” mas deve continuar com a dieta saudável e evitar ao máximo o consumo de comida má. Os seios vão começar a produzir uma substância hidratante que vai proteger os mamilos durante a  amamentação, pode sofrer de câimbras  nas pernas por isso são recomendável que ande descalça e faça exercícios de extensão e alongamentos para as pernas e para os pés.

SEMANA 23
O bebé tem 27-29 cm e pesa 455-459 gr. A pele  ainda é demasiado grande para o seu corpo e olhos  continuam fechados, mas começam a ganhar cor. Há muita actividade no cérebro e ele. O bebé consegue distinguir sabores dando preferência ao gosto do doce em detrimento do amargo.

Quando o seu companheiro pousar a cabeça sobre a sua barriga e poderá ouvir o pequeno coração a bater. A barriga não pára de crescer, ao mesmo tempo que crescem os inconvenientes para o sistema digestivo, a azia e indigestão começam a ser mais frequentes, por isso deve comer pouco mas muitas vezes. Faça uma caminhada depois das refeições para ajudar a digestão. O cabelo fica mais grosso e os seus mamilos vão produzir algumas gotas de colostro.


SEMANA 24
É por esta altura da gravidez o bebé é considerado viável. Caso nascesse prematuro, podia ser capaz de sobreviver, com a ajuda de um ventilador para respirar e com a ajuda de médicos especialistas. Ele mede 28-30 cm e pesa 500-550 gr. O rosto tem um aspecto muito semelhante ao que terá quando nascer. Os olhos permanecem fechados, e as sobrancelhas e as pestanas estão bem visíveis, o cabelo continua a crescer e nesta altura já se pode saber a cor.
Os pulmões continuam em desenvolvimento, formando sacos de ar e ele já pratica intensamente a respiração, fazendo entrar e sair dos pulmões pequenas quantidades de liquido. Os ossos estão a tornar-se mais duros e ele possui a quantidade normal de músculos. Ele tem a mesma actividade que um recém-nascido, reage aos sons, nomeadamente aos barulhos fortes. Se sentir um pequeno movimento ritmado na barriga, quer dizer que ele está com soluços. Agora reage muito mais ao toque e aos sons.

A mulher deve de preparar o seu corpo para o parto e começar a fazer os exercícios de Kegell (próprios para fortalecer os músculos pélvicos). Vai começar a ser mais difícil fazer as tarefas do dia-a-dia. É normal que a pressão no estômago na barriga lhe cause azia depois de uma refeição saudável. Como vai andar muito cansada tente relaxar e descansar o mais que possa.


SEMANA 25
O feto já parece um bebé verdadeiro, apesar da cabeça ser um pouco maior que o corpo. E mede 30-33 cm e pesa 600-700 gr. Os pulmões continuam a desenvolverem-se e o bebé continua a praticar movimentos respiratórios apenas utilizando o liquido amniótico. Ele estica-se e quer tocar tudo o que está à volta. Agarra os pés e chucha no polegar, como também noutros dedos.

Tente cantar regularmente as mesmas canções ao seu bebé. A música combina a actividade da parte direita do cérebro  (música) com uma actividade da parte esquerda (palavras), o que acabará por incentivar o crescimento das ligações entre as duas metades do cérebro do bebé. Por norma o feto reage melhor à voz da mãe e só depois às vozes masculinas graves. Vai sentir pressão na região pélvica e caimbras nas pernas. Pode sentir, às vezes, falta de ar. Pode começar as aulas de preparação para o parto.


SEMANA 26
O bebé mede 31-34 cm e pesa 800 gr. O sistema nervoso está a desenvolver-se. À medida que as células do córtex cerebral amadurecem o bebé começa a desenvolver o pensamento consciente. O cérebro está a ganhar tamanho e os circuitos nervosos encontram-se ligados às células cerebrais. As fibras nervosas estão agora cobertas de mielina, a qual impulsiona a capacidade do bebé aprender, recordar e fazer movimentos. Ele já é capaz de sentir dor. Alguns bebés nascem com os olhos castanhos, no entanto a maioria dos recém-nascidos nasce com olhos azuis, permanecendo assim até que se desenvolva a cor definitiva.

Já pode pôr música clássica para ele ouvir. A partir de agora ajudará a acelerar o desenvolvimento das aptidões espaciais da metade direita do cérebro e a aumentar a probabilidade de o filho vir a ser um bom desportista. Não se surpreenda com o rápido crescimento da barriga. É comum ter dores nas costas, tente manter uma postura correcta e recorra ao desporto.


SEMANA 27
O bebé pode pesar cerca de 1 kg, o que equivale a metade de um melão. Pode estar numa posição normal, sem ser ainda a ideal para o parto. É comum a gestante sentir os movimentos fortes do seu bebé. O bebé mede 34-36  cm e pesa 900-1000 gr, tem um aspecto muito semelhante ao que terá quando nascer, embora ainda seja mais pequeno e mais magro, tem as pálpebras abertas e começa a piscar os olhos. Os músculos, os ossos e os órgãos continuam a crescer e ele vai-se tornando mais forte.
Seria conveniente que as fases de sono ou REM do bebé coincidissem com as suas, mas raramente é o caso porque parece que as actividades diárias da mãe funcionam como embalo para o bebé que passa cerca de quatro quintos do seu tempo a dormir e quando acorda segue a sua rotina de exercícios e de extensões, o que muitas vezes coincide com as horas de descanso da mãe.

O tamanho da barriga da mãe depende da sua altura, seu peso, sua constituição, e da quantidade de liquido amniótico que envolve o feto. Pode sofrer de incontinência urinária e urinar quando ri ou espirra (use um absorvente adequado). Continue a fazer exercícios para os músculos pélvicos. É normal esquecer-se das coisas.


SEMANA 28
O bebé medirá 35-37 cm e pesa 1000-1100 gr. A cabeça está mais proporcional ao resto do corpo, o cabelo está a crescer rapidamente e o lanugo começa a desaparecer, permanecendo algum à volta do pescoço e dos ombros. A pele é húmida e brilhante e coberta de uma camada serosa. A quantidade de gordura está a aumentar mas ainda precisa engordar para regular a sua temperatura própria quando estiver fora do útero. Se for do sexo masculino, os testículos podem já ter descido até ao escroto, mas em alguns casos só acontece depois do nascimento. Ele pode mexer-se fazendo puxões na sua barriga para lhe mostrar que não está confortável e se ouvir um som forte, pode assustar-se.

Nesta altura a mãe já se deve sentir muito ligada ao bebé, já sabe distinguir se ele estará acordado, ou que sons gosta de ouvir. Poderá sentir que ele reage aos seus estados de humor e disposição.  (estudos que comprovam que os hormônios da mãe podem atravessar a placenta, sendo assim o estado do bebé também vai depender do seu)
Poderá sofrer de cólicas, prisão de ventre, falta de ar e dores nas costas. O útero terá crescido cerca de quatro centímetros no último mês e começa a pressionar a caixa torácica. Terá mais consultas, duas vezes por semana, até às 36 semanas. Entre esta e as 32 semanas, o médico recomendará um teste de glicose e exame de sangue para verificar  se tem anemia.

O Nenuco



Não me sai da cabeça que vou ter um Nenuco e ninguém vai poder pôr-me de castigo, sem brincar com ele, quando eu me portar mal. 

Brinquedo caro!!!


Coração que Bate

Estou tão apaixonado pelos meus pais que o meu coração bate rápido, forte e vigoroso. O amor tem destas coisas.

Pequena Demonstração


Existem anúncios simplesmente geniais!

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Gravidez Semana a Semana - 15 a 18

SEMANA 15
O bebé mede 10 cm e pesa cerca de 50 gr. O liquido amniótico que o rodeia o bebé permite conduzir o som para os ouvidos do bebé,. Ele pode agora ouvir a voz da mãe e é agora que começa a ligação emocional com a mãe ao habituar-se a ouvi-la dentro do útero. Os olhos continuam fechados e colados mas está a tornar-se sensível a luz, abre a boca e engole líquido amniótico regularmente. As pernas continuam mais longas que os braços, começa a crescer uma camada macia de pelo sobre o seu corpo e cabelo fofo na cabeça. Continua a mover-se livremente no útero porque ainda tem muito espaço para o fazer. 

A mulher deve de começar a falar com o bebé e preparar-se para a sua chegada. Chegou a hora de renovar o guarda-roupa, vai começar as alterações na pele, a pigmentação pode mudar, tal como o cabelo e gengivas - cuidado com os cremes hidratantes e a higiene oral. Pode começar a sentir desejos por alguns alimentos.


SEMANA 16
O seu bebé está formado e continua acrescer, tem agora 11 cm e pesa 90-100 gr. Já se pode distinguir algumas características familiares no rosto, como por exemplo: o queixo do pai, etc. O bebé vira-se e torce-se no útero, brinca e explora o ambiente. O rosto tem um aspecto humano e consegue fazer algumas expressões faciais, consegue segurar a cabeça mais direita, bocejar e até chuchar e pode  começar a desenvolver reflexos. O bebé faz movimentos subtis que podem ser confundidos com gases intestinais porque parecem bolhinhas de uma bebida gaseificada ou voltinhas de uma pequenina borboleta. 
A mulher pode sentir ansiedade porque não sabe se é o bebé a mexer-se mas é normal. A mulher tem de ter muita atenção á higiene intima, não tomar banho com água muito quente, ter atenção ás infecções da pele, lavar as mãos quando cozinhar e interagir com animais domésticos. É normal começar a transpirar mais mas deverá ter em atenção na escolha do desodorizante - dê preferência a produtos de origem natural. Os humores vão mudar entre a alegria da barriga a crescer e o facto de estar a engordar mas o interesse sexual pode aumentar.

SEMANA 17
O bebé mede 11-12 cm e pesa 100 gr, cabe na palma da mão e já é possível distinguir o cérebro feminino do masculino. O bebé começou a acumular gordura. A placenta está a crescer rapidamente adquirindo uma superfície que facilitará o fornecimento de nutrientes ao bebê e remover as suas excreções, a pele ainda é frágil e muito fina, o peito faz movimentos respiratórios mas ele não está realmente a respirar porque o seu oxigénio é fornecido através do cordão umbilical. Os cientistas presumem que o bebé sonha muito durante esta fase. 

A mulher poderá ter os seios sensíveis e o útero deslocado para cima pressiona menos a bexiga. O aumento do volume de sangue na circulação provoca um aumento da pressão dos capilares, o que poderá fazer sangrar o nariz. Poderá sofrer de mãos e pés inchados devido a retenção de água.


SEMANA 18
O bebé tem tudo o que necessita, mas não amadureceu o suficiente para sobreviver fora do útero. Terá 12-14 cm e 150 gr. A cabeça e o corpo estão mais proporcionais e as feições já estão mais definidas, a pele tem um aspecto avermelhado. Estão a formar-se pequenos sacos de ar nos pulmões, os músculos estão também mais fortes, os rins estão a funcionar bem. O bebé ainda tem muito espaço para se movimentar o que é adequado para o desenvolvimento dos músculos, das articulações e dos ossos e já poderá ser um bebé bastante activo.


Talvez a mulher já consiga sentir os movimentos do bebé principalmente se estiver quieta mas deverá ser a mãe a movimentar-se que o adormece. O peso vai aumentar mas nem tudo se deve ao desenvolvimento do bebé mas sim ao volume sanguíneo da mulher que está a aumentar e algumas partes do corpo estão a ficar maiores, como os seios,  O aumento do estrogénio no organismo estimula o fluxo de sangue na região pélvica e torna mais fácil atingir o orgasmo

Compras-te?

Eu: Compras-te o que te pedi?
Ele: Claro que comprei... Levei o teu cartão!!!



 P.S - Ainda não mo devolveu.


quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Gravidez Semana a Semana - 4 a 14

Durante o 1º mês só tem de se preocupar com as dores se elas não desaparecerem, se forem muito agudas e acompanhadas por sangue.Se a dor for semelhante á da menstruação pode ser sinal de aborto..
Se achar que os sintomas, normais numa gravidez, como tensão mamária, cansaço e náuseas estão fora do normal fale com o médico.
Se perder algum sangue não significa que vá abortar mss tenha cuidado, tal como deve de ter cuidado com:

  •  produtos de limpeza porque podem provocar asma ao bebé (opte por naturais, ecológicos ou pela solução vinagre, sal e limão)
  • evite meter gasolina
  • pintar o quarto do bebé
  • fazer trabalhos manuais com cola de contacto
  • usar produtos para limpar o forno
  • inalar ambientadores 
  • situações semelhantes
Se você estiver grávida de 3 semanas significa que na realidade passou apenas 1 semana desde que o bebé foi concebido.


SEMANA 4
O bebé tem o tamanho de um feijão e mede entre 0,36 e 1mm. Aos 23 dias de gravidez podes escutar os batimentos cardíacos. 
O corpo da mulher não em aparentes modificações exteriores mas o útero começa a inchar e amolecer.


SEMANA 5
Começam a aparecer os olhos e os ouvidos do bebé sob a forma de vaso óptico e otocisto, aparece a crista genital, já se consegue ver o coração. O sistema nervoso central já está em formação, tal como, o desenvolvimento de pequenos vasos sanguíneos que marcam o início da circulação entre mãe e filho.
O bebé tem cerca de 1,25 mm. O embrião parece-se a um mini camarão com o tamanho de um grão de arroz.
A mulher pode ainda não se ter apercebido que está grávida mas o atraso menstrual vem acompanhado dos sintomas normais numa gravidez como as náuseas, aumento de apetite, dores no peito, cansaço, frequente vontade de urinar. Começam as sensibilidades a alguns sabores e cheiros. É altura para começar a praticar desporto que facilitará a recuperarão do parto

SEMANA 6
O feto desenvolve-se muito rapidamente nesta semana. Aparecem os primeiros sinais do ouvido interino, do qual depende o equilíbrio do bebé e as protuberâncias que darão origem aos braços e ás pernas (tudo  isto em 2-5 mm). O embrião assemelha-se a um cavalo-marinho com uma cabeça de cerca de 1/3 toal do corpo e cauda.
A mulher começa a sentir maior sensibilidade e inchaço nos seios que endurecem e os mamilos começam a inchar. É normal sentir náuseas matinais que poderão ser controladas se comer em poucas quantidades, mas com frequência. Estará a passar por alterações de humor, irritabilidade e confusão de sentimentos.
SEMANA 7
Começam a definir-se os primeiros traços do rosto (boca, fossas nasais,orelhas e olhos). As glândulas sexuais estão a desenvolver-se mas ainda não se pode ver o sexo do bebéO esqueleto adquire forma e um  grande pescoço separa a cabeça do corpo. A placenta continua a formar-se e começa a fornecer elementos nutritivos do seu corpo ao do bebé, eliminando também os resíduos produzidos. O cordão umbilical, a linha de vida entre mãe e filho, começa a crescer e expande-se, os batimentos cardíacos  tornam-se regulares. Começa a formação dos pulmões, ossos e músculos, já tem apêndice, os lábios e a língua já estão formados, a cabeça e cérebro apresentam um rápido crescimento.
Pode-se ver pequenos movimentos do bebé na ecografia mas só sentirá seu bebé mexer por volta das  18 semanas.
A mulher terá maior consciência da sua gravidez porque as suas hormonas estão bastante activas. Os batimentos cardíacos estão acelerados, devido ao crescimento rápido do bebe. A taxa de metabolismo sofre um aumento de 25%. O muco cervical  torna-se mais espesso para tapar o canal cervical e isolar o  útero, preparando-o assim para o momento do parto.

SEMANA 8
O bebé passa de embrião a feto. (Feto significa “pequeno” ou “jovem”). O feto mede entre 14 a 25 mm da cabeça às nádegas e pesa 4 g. Já tem forma humana e o corpo dele perde a estrutura em curva e endireita-se. Os membros são mais proporcionais, o olhos, começam a centralizar-se no rosto.
Já se podem ver os dedos das mãos e dos pés, ligados por uma membrana, é possível reconhecer os braços e as pernasO coração bate cerca de 170 vezes por minutoOs rins estão preparados para produzir urina. Os órgãos como os pulmões, estômago e o fígado funcionam e continuam a desenvolver-se.O bebé vive dentro do liquido amniótico, constituído maioritariamente por água, que o mantém a uma temperatura constante e protege de choques. Faz os primeiros movimentos, como pequenos pontapés após receber nos seus músculos mensagens dos nervos, mensagens que chegam da medula espinal e não do coração, como anteriormente. Cabe agora à placenta o papel de alimentar o bebê através do cordão umbilical ligado ao útero, este sistema de alimentação será o único durante toda a gravidez, fornecendo alimentos, água e oxigénio ao bebéNa mulher o útero vai  ocupar cada vez mais espaço. A ecografia confirmará a data prevista do parto.  
SEMANA 9
bebé mede 22 a 30 mm da cabeça às nádegas. A sua aparência torna-se mais definida. Os dedos separam-se e os pés alongam-se. O lábio superior termina de se formar e e as orelhas são salientes. A cabeça cresce e ele entra em uma fase de crescimento acelerado. O tecido da placenta instala-se numa zona da parede do útero, embora ainda não esteja totalmente operacional. bebé já está em movimento mas ainda não é capaz de o sentir. O sistema nervoso expande os seus conectores por todo o corpo e realiza movimentos de espasmos e involuntários que o cérebro ainda é incapaz de controlar.  A mulher vai reparar em mudanças de atitude e em aborrecimentos típicos dos primeiros meses de  gravidez, o útero dobrou de tamanho. Os cabelos têm mais gordura e necessitam ser lavados com maior frequência. O rosto está descontraído e inchado, podendo surgir algumas espinhas que vão passar com o tempo.

SEMANA 10
bebé possui na realidade 8 semanas de existência e já tem as impressões digitais que o tornam único! Mede cerca de 31-42 mm e pesa 5 gramas e  flutua em cerca de 50 ml de liquido amniótico. (O aumento da quantidade deste líquido é directamente proporcional ao crescimento do bebê, tendo em conta que é composto da urina do feto.) O rosto ganha forma e parece  “humano“. Os dedos das mãos e pés perderam a membrana que os ligava. A estrutura do cérebro está completa,  surgem cavidades nas gengivas para encaixar os dentesO cordão umbilical já está operacional e encarrega-se da circulação sanguínea, ainda que a placenta não esteja constituída. Ainda não se percebe sexo porque formação dos órgãos genitais ainda não está completa. Com o desenvolvimento do sistema nervoso está avançado, os movimentos do feto multiplicam-se. As unhas começam a crescer. O bebé prepara-se para a digestão dos alimentos quando nascer. Na mulher o humor é cada vez mais instável. Poderá sentir-se deprimida ou irritada com coisas que, normalmente, não a afectam. Pode sentir fraqueza ou tonturas, sobretudo quando exerce movimentos bruscos.
SEMANA 11 
A gravidez está mais segura e com menos risco de aborto espontâneo e o bebé não estará tão sujeito a riscos exteriores, mede cerca de 44 a 60 mm e pesa cerca de 8 gramas, tem o tamanho de uma pequena lima e estará na posição fetal, de joelhos encolhidos e com o queixo dobrado para dentro. Começou a gerar os seus próprios glóbulos vermelhos. O coração distribui sangue por todo o organismo e por meio do cordão umbilical até à zona que se tornará em placenta. Ele inicia a produção de urina, os ouvidos médios e internos já terminaram sua formação. Se for um menino, os testículos do bebé começam a produzir a testosterona. O bebé já faz movimentos mais definidos, move a coluna e estica os braços e pernas. Quando mais ele se move, mais fortalece os seus músculos. Ao mesmo tempo, ele pode abrir e fechar a boca. A quantidade de sangue que circula em corpo da mulher continua a aumentar. A respiração pode acelerar e transpirar mais do que o normal, o seu olfacto estará mais apurado e produz mais saliva, pesa mais 1 kg mas algumas mulheres com náuseas podem perder peso no primeiro trimestre da gravidez. É normal sentir-se cansada e dormir mal, mais quente que o normal,com mais calor nas mãos e nos pés, mais sede e com maior intensidade porque o corpo assinala uma necessidade acrescida de líquidos.

SEMANA 12
O bebé tem 65 mm da cabeça às nádegas e um peso de cerca de 8 a 14 gramas, mais ou menos o tamanho de um limão. Os membros crescem e são mais proporcionais em relação ao resto do corpo. Nos dedos das mãos e dos pés, nascem as unhas. Os genitais externos continuam a formar-se, mas não se entende o sexo da criança.
Os principais sistemas do corpo do bebê estão formados e começam a instalar-se nos respectivos lugares e todos entram em fase de crescimento. A placenta já está formada, mas ainda é pequena. A cabeça está mais arredonda e a cara ganha forma. Os ouvidos estão nos lados da cabeça. As pálpebras encontram-se fechadas. O queixo e o nariz estão salientes. Os maxilares já têm uns pequenos botões onde surgirão os dentes. O bebé já tem capacidade de bocejar, absorver e engolir. A circulação sanguínea funciona na perfeição, do mesmo modo que os rins. Os ossos ganharam rigidez. Os movimentos aumentam e ele abre e fecha as mãos. Começa a mover as pernas, pula e salta sobre as paredes do útero. O bebê começa a sorrir.
Na mulher a pele é mais suave e luminosa devido aos hormonios da gravidez e ao aumento do volume sanguíneo. As náuseas matinais desapareceram ou diminuíram de frequência. Pode ter necessidade de urinar com maior frequência porque útero está crescendo e pressiona a bexiga.

SEMANA 13
O bebé já se movimenta muito a cabeça, este é o membro que mais se movimenta. Está a começar o período em que o peso e o tamanho vão aumentar. Agora está com 65-75 mm de comprimento e pesa 15-20 gr. Já é possível distinguir o sexo na ecografia. As mãos e os pés já estão bem desenvolvidos e muito movimentados. A cabeça ainda está grande, mas o pescoço está mais definido. Os braços e as pernas estão mais compridos e proporcionais. O corpo agora está coberto de pelugem e o feto já se parece com um bebé.  O bebé flutua no saco amniótico. À medida que ele cresce, expande-se o saco para lhe dar espaço suficiente para exercitar os pontapés e movimentos. 
Se a mulher apalpar a zona de baixo da barriga vai sentir o seu crescimento,
o corpo já está mais adaptado à gestação, os sintomas de desconforto começam a desaparecer, os enjoos e fadiga diminuem. 

SEMANA 14
bebé já consegue efectuar expressões faciais e exercitar os músculos faciais, fazendo movimentos expressivos. Tem o tamanho de uma pêra e pesa cerca de 70g.  O esqueleto está mais duro e forte, e apesar de ainda não funcionarem já tem pupilas gustativas que se assemelham a um adulto! O pescoço  está mais comprido, o queixo mais definido, os olhos ainda estão próximos um do outro e vão permanecer fechados ate ás 28 semanas de gestação,  já começam a aparecer as sobrancelhas. O bebé move-se facilmente no liquido amniótico porque ainda tem muito espaço para o fazer. Está cada vez mais forte e para incentivar o desenvolvimento dos músculos dá pontapés, contorce-se, abre e fecha as mãos e até já consegue pôr o dedo na boca. Apesar da mãe não se conseguir aperceber disso, o bebé tem períodos em que está acordado e outros em que dorme. Na mulher a barriga ainda não tem tamanho suficiente para lhe dar uma barriga óbvia de grávida mas começa a notar-se a cintura a alargar. É normal as mulheres sentirem-se com energia e uma sensação de bem-estarÉ necessário fazer uma alimentação saudável o bebé precisa de muitas proteínas para assegurar o seu rápido crescimento.