APSI e as Cadeiras Auto

Escrevi á Associação para a Promoção da Segurança Infantil a pedir aconselhamento sobre cadeiras auto. 
Heis a resposta:

À semelhança do que acontece com outras entidades nacionais e internacionais (Direção Geral da Saúde, Sociedade Portuguesa de Pediatria, European Child Safety Alliance, ANEC – Consumidores Europeus, etc), a APSI recomenda que as crianças viajem em Sistemas de Retenção para Crianças (SRC) voltados para trás (VT) até o mais tarde possível – 3 ou 4 anos, mas pelo menos até aos 18 meses devem manter esta posição. A cabeça da criança até aos 4 anos é muito grande e pesada, comparativamente com o peso total do corpo (cerca de 25%, comparando com 6% no adulto), sendo por isso, esta a posição que confere maior proteção em caso de acidente, evitando lesões da coluna cervical, geralmente muito graves, que podem provocar a morte ou incapacidades permanentes. Poderá visitar o seguinte site: http://www.youtube.com/watch?v=sssIsceKd6U&feature=player_embedded - filme bastante simples e explícito que demonstra a posição da APSI nesta matéria. Anexamos ainda dois documentos com toda a fundamentação para o transporte virado para trás até aos 3 ou 4 anos e com um estudo internacional sobre o assunto.

Para mudar o seu bebé para uma cadeira maior é importante compreender que as cadeiras do grupo 0+/I (aprovadas dos 0 aos 18 Kg) podem ser utilizadas viradas para trás, mas apenas até aos 13 Kg como o ovo – têm as costas mais largas e um pouco mais altas, mas o mesmo problema de falta de espaço para as pernas da criança. Poderão dar até aos 18 meses ou 2 anos, mas nunca até tão tarde como a APSI recomenda. 
Geralmente a APSI não aconselha marcas nem modelos de cadeirinhas, pondo a tónica na necessidade de experimentar todas as cadeiras no momento da compra para se assegurar de que não existem incompatibilidades com os vários veículos da família. Apenas no caso das cadeiras aprovadas para o transporte de crianças VT até aos 3 ou 4 anos é que indicamos marcas pois, sem orientação, os pais não conseguem encontrá-las com facilidade. Neste momento, temos conhecimento que se encontram à venda em Portugal as seguintes marcas:
  Bébe Confort 2wayPearl (à venda em lojas de puericultura e artigos para criança) – permite transportar de costas até aos 105 cm (no máximo até 18,5kg). É fixa ao carro através da base 2wayFix (que deve ser sempre usada com a cadeira). Também pode ser usada de frente. É homologada pelo novo regulamento R129 (I-size).
  BeSafe Izi Combi X3 (à venda em lojas de puericultura e artigos para criança)  ) – permite transportar de costas até aos 18 Kg. Existem 2 modelos, um que é fixo ao carro através do sistema ISOFIX (sistema de encaixe compatível com o automóvel) e outro que é fixo com o cinto de segurança do carro.
  BeSafe Izi Kid X3 (à venda em lojas de puericultura e artigos para criança)  ) – permite transportar de costas até aos 18 Kg. Existem 2 modelos, um que é fixo ao carro através do sistema ISOFIX e outro que é fixo com o cinto de segurança do carro. Não pode ser instalada de frente para o trânsito, ao contrário do modelo anterior.
  Britax Multi-Tech (à venda nos stands da Volvo e em lojas de puericultura) - permite transportar de costas até aos 25 Kg. É fixa ao carro com o cinto de segurança e com 2 cintas adicionais, presas ao banco da frente. Pode ser posteriormente utilizada como cadeira do grupo II (dos 15 aos 25 Kg), já com o cinto de segurança do carro a prender a criança (até aos 8 ou 9 anos de idade, dependendo do desenvolvimento da criança). Os valores podem variar bastante, pelo que sugerimos que consulte o preço em ambos os locais.
  Britax Max Way (à venda em lojas de puericultura e artigos para criança)  ) – aprovada para transportar de costas até aos 25 Kg, Não pode ser instalada de frente. Fixa ao carro com cinto de segurança.
  Cybex Sirona (à venda em lojas de puericultura e artigos para criança) – permite transportar de costas até aos 18 Kg e é fixa ao automóvel através do sistema ISOFIX.
  Recaro Polaric (à venda em lojas de puericultura e artigos para criança) – permite transportar de costas até aos 18 Kg e não pode ser instalada de frente. É fixa ao carro através do sistema ISOFIX.
Aproveitamos para informar que a APSI pode deslocar os seus técnicos a qualquer ponto do país para dinamizar uma sessão de esclarecimento(para famílias) sobre este ou outros temas de segurança infantil e prevenção de acidentes, a pedido de empresas, associações, escolas, etc. Porque não colaborar com a APSI e tentar dinamizar uma sessão de esclarecimento numa empresa, instituição de ensino ou outra? Poderemos enviar propostas com preços se o desejar. Caso possa colaborar com a APSI para dinamizar uma destas sessões, informamos que os seus custos poderão ser suportados por donativos, e que a APSI emite recibos de donativo dedutíveis em sede de IRS ou IRC com uma majoração de 140% às empresas, pessoas individuais ou coletivas que apoiem este tipo de iniciativas na sua comunidade.
Relembramos que a APSI precisa do apoio de todas as famílias para prosseguir o seu trabalho fundamental. Por isso, caso possa apoiar a nossa causa (por apenas 30 € por ano!), agradecemos. Em anexo encontra uma proposta de sócio que dará acesso a prioridade no atendimento, descontos em ações promovidas pela APSI e informações regulares e atualizadas sobre segurança infantil. Ao associar-se à APSI receberá um Kit de Segurança com diverso material muito útil sobre prevenção de acidentes e promoção da segurança infantil desde o nascimento até à adolescência – dossier com 10 Fichas de Segurança, diversos folhetos e brochuras, além de dois coletes retro refletores para crianças, tudo acondicionado num saco de pano cor de rosa. Anexa a esta mensagem poderá ainda encontrar uma proposta com Serviços para Famílias aos quais pode recorrer e que pedimos divulgue junto dos seus contactos.
Pedimos a sua ajuda na divulgação da APSI junto de todas as famílias e na angariação de novos sócios, ou apoios que nos permitam prosseguir o nosso importante trabalho.
Aproveitamos a oportunidade para referir que a APSI é uma associação sem fins lucrativos que vive sem subsídios do Estado e apenas graças ao apoio de empresas parceiras e de sócios. É só por esta razão que continuamos a existir e a responder aos pedidos de esclarecimento de famílias, profissionais e instituições. Assim, por favor, lembre-se da APSI quando entregar o seu IRS – poderá ajudar-nos sem custos, como indicado em rodapé nesta mensagem.  A APSI agradece em nome das crianças!
Ficamos sempre ao dispor, agradecendo o favor de acusar a receção desta mensagem.
Com os melhores cumprimentos,
Helena Sacadura Botte
APSI | Técnica de Segurança Infantil








Comentários

Enviar um comentário