quinta-feira, 30 de março de 2017

Mas estás de castigo

O Diogo deu-me com o tablet na cabeça porque estava furioso porque eram horas de deitar e como lhe desliguei o tablet ele reagiu muito mal. Por instinto acabei por lhe dar uma palmada na cara. Não foi com força mas foi o suficiente para me apetecer sair dali a correr para chorar mas...Não o fiz.

Olhei para ele muito zangada e disse-lhe que ia ficar de castigo. Fartou-se de chorar mas eu não lhe disse mais nada. Quando se cansou deitou-se ao meu lado e pediu-me festinhas. Acabou por adormecer.

As crianças têm esta facilidade e hoje acordou calmo, divertido e reagiu como se nada tivesse acontecido.

Deixei sentar no colo da avó Be e com muita calma mas com ar grave e sério disse-lhe que estava muito zangada com ele.
- Eu sei mãe.
- O que é que me fizeste ontem?
- Bati-te com o tablet mas tu bates-te-me.
- Eu deite uma palmada depois de tu me teres feito mal. Eu bato-te?
- Não, mãe.
- Vais ficar de castigo sem tablet nem computador durante a semana. A semana é para a escola, para brincares com os teus brinquedos e estares com o papá e a mamã. Ao fim de semana tens muito tempo para fazeres muita coisa.
- Oh mãe
- Oh mãe, não. Estás de castigo. Segunda-feira discutimos por causa do quê?
- Do tablet e do computador.
- Ontem discutimos porquê?
- Por causa do tablet e do computador.
- E tu ficas feliz e achas bem andarmos a discutir por causa do tablet e do computador!???
- Oh mãe... Desculpa.
- Desculpo sim senhor porque és meu filho e vamos errar muito os dois mas estás de castigo.
- Está bem mãe mas dás-me colinho?

E assim sem dramas ou confusões espero ter virado uma página. Felizmente o Diogo ajuda muito com o seu entendimento sobre as coisas. 

Sem comentários:

Enviar um comentário