quinta-feira, 25 de maio de 2017

Ainda em Arrumações

............................... nem comento..........................

Mas o Diogo está a adorar a cama Kura do Ikea eu é que me tramo para dar festinhas, embalar, contar histórias e cantar: pedidos específicos que vão alternando (até na mesma noite).

P.S- Não esquecer comprar cadeira alta :P 

Chegamos á Madeira

Vamos pôr as malas no hotel e almoçar.

No fim do almoço o Diogo chama-me e nem 5 minutos depois já estava nestes preparos: em cuecas 

Fomos á Madeira

Foram 3 dias fantásticos. Não que eu goste da Madeira, já toda a gente sabe a minha opinião mas como foi dado, aceitei.

Acabaram por ser 3 dias fantásticos. O Diogo esteve sempre no seu melhor, quando entrou em fase de birra, já no último dia, negociei uma lagartixa que acalmou tudo e voltamos ao normal.

Se me tivessem dito que eu ia gostar de voltar á  Madeira eu não acreditaria mas foi fantástico. O ponto alto foi, sem dúvida, uma visita às grutas de São Vicente. Eu tinha a certeza que ele ia gostar mas ele adorou andar na lava, dentro dos túneis do vulcão, viu um vulcão a expelir lava, foi a lava dentro do vulcão com os seus óculos a 3D. Nas grutas andou com uma lanterna a brincar aos exploradores e a guia á espera, á  espera, á espera.

Viu e explicou á avó  Be como se formou a Ilha da Madeira (lá perto do tempo dos dinossauros) e acabou a tomar banho na lava que secou e agora é rocha vulcânica (piscinas de Porto Moniz).

A dinâmica que damos às coisas e a forma como contamos as histórias influência grandemente o entusiasmo do miúdo pelas coisas.

Depois do "batismo" de voo, este foi o ponto alto e nem andar de teleférico, subir á torre da igreja para estar perto do sino bateu este recorde de top top top.

Espero organizar-me brevemente para postar estas e outras fotos em atraso lá no outro blog.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Simplificar

Finalmente as obras vão acabar e as mudanças começar.

Nesta nova fase a regra vai ser SIMPLIFICAR  cada vez mais com o branco como cor predominante, apoiado no verde das plantas e na cor e textura do soalho que faz lembrar uma árvore cortada ao meio, com tons claros de castanhos e bejes, linhas e entrelinhas que se cruzam e misturam.

SIMPLIFICAR implica deixar de parte
manias maternais de cenas temáticas para o quarto do Diogo que me esgotam o tempo e a carteira. 

SIMPLIFICAR significa ser intemporal e comecei por decorar todo o quarto de branco, vergas e toques intemporais que ficam bem em qualquer idade e que só nece
ssitaram ser substituídos por desgaste.

Simplifiquei com estes lindos e simples lençóis de algodão. Veremos o que se segue.

Que comecem as decorações. Ha? Não? Pois. Primeiro vou fazer o 2° batismo de voo ao Diogo.