Eu Não Queria Fazer Anos

Na semana passada fiz 46 anos mas não queria nada ter feito tantos anos.

Não sei se foi por ter tido um dia normal, sem festa ou qualquer outro divertimento mas este ano não gostei de fazer anos.

Dias antes já andava nostálgica, melancólica e com lágrima ao canto do olho prestes a cair a qualquer segundo por qualquer nanomotivo.

Eu não quero ter tantos anos, não quero ver-me perto dos 50 e começar a fazer contagem decrescente. 

Não é que não queira envelhecer, não quero é envelhecer já, tenho tantas coisas para fazer e quero muito mas mesmo muito ver o meu filho crescer e ter filhos. 

Quero ver e cuidar dos meus netos e a única coisa que me apoquenta em ter sido mãe tarde (além de não ter mais filhos) é essa: eu quero muito muito muito curtir netos e ser para eles aquilo que a minha mãe é para o meu filho e com o tempo a passar tão depressa tenho medo de perder momentos.
A Coisa correu tão mal que tive de improvisar para não deitar tudo fora. Acho que o bolo sentiu a minha "indisposição" e castigou-me.

No dia do meu aniversário fomos jantar fora e depois acendemos uma velinha no Santini.

Comentários