Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Genuinamente Tranquila

Existem coisas difíceis de falar e ando aqui á vários dias a enrolar, enrolar mais por dificuldade em me exprimir do que qualquer outra coisa. 
A verdade é que não me sinto mal, pelo contrário, mas sinto vergonha das pessoas que se dizem da minha família e que até partilham o meu sangue.
Já esctevi e reescrevi a história e nunca chego a conclusão de publica-la por achar mais isto ou menos aquilo.
Será melhor simplesmente dizer e para não atrair más energias e vibrações, principalmente das pessoas envolvidas, que não merecem muitas considerações, que me mudei para perto da minha terra Natal e estou feliz.
Estou onde sempre quis realmente estar, voltei a casa. Ás ruas onde as pessoas se cumprimentam, ás ruas onde as crianças se conhecem e crescem juntas, ás ruas com parques infantis, ás ruas que vão dar á maior mancha verde de Oeiras, ás ruas onde existem boas escolas do Estado, ás ruas com cafés, papelarias, talhos, peixarias, padarias, ginásio, supermercado, farmácia, sapateiro, loja…

Mensagens mais recentes

Controlador, Egoísta e Namorado

Lês-me Uma História de Natal?

Se Amanhã Eu Não Estiver Cá

Á Espera no Centeio

Outubro Se Te Descubro

Cabeça de Múmia

Ovos de Dragão

Um Halloween Bastante Assustador

Legendas, Abraços, Birras, Animais e... Telemóveis

O Labirinto dos Espíritos

Sobre Beijos e Abraços

Os Mini Cinco: Uma Aventura Nas Férias

O Caso Cristiano Ronaldo e as Crianças

A Outra Metade de Mim

O Rio e o Grito

Daily Bread de Gregg Segal

Setembro Lembro

Pequeno-Almoço na Praia

Crianças e Animais no Mundo